Top

5 sinais de que seu escritório precisa escalar seus acordos

O momento que vivemos no Direito reforça cada vez mais a necessidade do uso dos métodos consensuais para solução dos conflitos e escalar acordos. Essa evolução foi impulsionada pelas últimas alterações legais e até mesmo pela consciência de que as práticas judiciais corriqueiras, como ajuizar uma ação ou recorrer, na maioria das vezes não se revelam a melhor estratégia para todas as partes envolvidas nessa relação entre autor, réu, advogados e judiciário.

Diante desse fato, é necessário fazer uma autorreflexão para avaliar se seu escritório ou departamento jurídico realmente está aproveitando essa nova mudança cultural do consenso fora do Judiciário. Se você está em dúvida, separamos 5 sinais que apontam que seu escritório precisa escalar acordos. Confira!

 

1# Taxa de perda de clientes elevada

Alguns riscos podem trazer impactos relevantes para um escritório de advocacia. O maior deles é perder clientes. Esse acontecimento pode ter diversos efeitos negativos para seu negócio, e não só financeiro. Quando um cliente troca de advogado, ele está não somente deixando de pagar honorários, mas interferindo em sua reputação. É importante lembrar que uma das formas de prospecção mais eficientes é a indicação. Se uma pessoa escolhe outro escritório para tratar de suas questões jurídicas, certamente não indicará aquele que deixou para trás.

Considerando que o foco de qualquer serviço deve ser o cliente, é preciso investigar as causas que podem levar você a ter uma taxa de perda de clientes elevada. Uma das maiores queixas que eles têm é a demora dos processos judiciais. Claro que eles não conseguem compreender que, na maioria dos casos, a morosidade está conectada apenas ao Poder Judiciário, não ao advogado. Mas um bom profissional deve adotar condutas que tentem minimizar esses efeitos negativos que afastam o cliente.

Escalar acordos por meios eficazes, como uma plataforma online, pode combater esse problema.

 

2# Demora para encerramento dos processos

Como acabamos de apontar, a demora para encerramento dos processos é um dos motivos que pode levar um escritório a ter uma taxa elevada de perda de clientes. Pontuamos que o Poder Judiciário é um dos causadores dessa demora, mas é preciso lembrar que o próprio escritório pode apresentar falhas em sua gestão que leve ao mesmo resultado negativo.

Quando o fluxo de trabalho é desorganizado, pode ocorrer de os advogados não serem demandados no momento em que devem. Ou uma tarefa referente a um processo fica sem responsável, o que leva à perda do prazo para alguma diligência. Tudo isso pode ocasionar mais demora para o andamento da ação judicial e, consequentemente, para seu encerramento.

Uma forma de evitar esses ruídos na gestão é diminuir ao máximo as etapas do fluxo de trabalho. E uma boa maneira é escalar acordos por meio de plataformas online. Muitas ações dizem respeito a temas simples de consumidor, como telecomunicações e outros serviços públicos essenciais. E mesmo os processos mais complexos podem ser submetidos a uma equipe de profissionais com conhecimento para debater o tema e encontrar uma solução que seja boa para todas as partes envolvidas. Basta uma conciliação ou mediação entre as partes para resolver de vez o problema.

 

3# Ticket médio das demandas negativo

Ticket médio, em conceito aplicável para um escritório de advocacia, é a análise do valor médio das demandas. Existem várias formas de calculá-lo, mas, de maneira geral, é preciso somar todos os valores perdidos e ganhos em determinado período das ações do escritório e dividir o resultado pelo número de ações judiciais. Apesar de não ser tão exato, porque cada ação tem suas particularidades, dá para ter uma ideia do ticket médio das demandas.

Se o ticket médio das demandas demonstrar que houve condenações que causaram muita perda financeira ao escritório, é preciso se preocupar. O resultado jurídico é, em alguma medida, imprevisível, porque depende da orientação de um magistrado, suscetível a mudanças de posicionamento “sem aviso prévio”. Mas muitas condenações poderiam ser amenizadas se as partes entrassem em um consenso.

Imagine que você representa um cliente que é demandado em uma ação consumerista. Já sabe que, diante das provas e das circunstâncias, seu trabalho é buscar a menor condenação possível. Se esperar a decisão judicial, seu cliente pode ter que indenizar a parte contrária em R$ 15 mil. Mas se seu escritório adotar a prática de escalar acordos, pode conseguir conciliar com o autor da ação o pagamento de R$ 8 mil. Certamente, ele prefere receber esse dinheiro agora do que a alguns meses ou anos.

Além de economizar no valor da condenação, há economia de custas processuais e tempo dos advogados envolvidos no processo.

 

4# Custo elevado com a contratação de correspondente

A contratação de um advogado correspondente pode ser benéfica para o escritório de advocacia. Geralmente, os custos para isso são menores do que enviar um profissional seu para outra localidade. Não se gasta com locomoção, hospedagem e alimentação, e seu advogado fica no escritório se dedicando a outras tarefas de maior relevância. Por isso, é uma prática muito adotada por diversas bancas.

No entanto, alguns escritórios começam a entender que o custo com a contratação de correspondentes está pesando no orçamento. Escalar acordos é uma maneira inteligente de evitar esse alto custo. De fato, muitas ações em que o correspondente atua poderiam ser resolvidas online, por meio de uma plataforma.

 

5# Baixo número de acordos em comparação com o volume de entrantes

O sinal mais evidente de que seu escritório precisa escalar acordos é ter um baixo número de acordos quando se compara ao volume de ações que entraram no escritório. Mediação, conciliação e arbitragem são métodos prestigiados na legislação brasileira e adotados no Poder Judiciário. Mas muitos advogados ainda ficam esperando a proposição do juiz durante o processo judicial para que as partes realizem audiências para se chegar a um acordo. Em muitos casos, não há conversa.

No entanto, é dever de um bom advogado explicar a seu cliente que os métodos consensuais de resolução de conflitos são ótimas formas de resolver a situação. Se você possui profissionais com essa característica, está pronto para escalar acordos. Só não colocou em prática ainda.

A partir do momento que você decide escalar acordos, por meio de uma plataforma online, você verá que o número de acordos pode chegar muito próximo ao número de processos iniciados. E isso traz benefícios para todos os envolvidos.

 

Escalar acordos é uma prática eficiente, que economiza recursos financeiros e tempo das partes, além de chegar a uma solução mais rápida. Se você identificou algum desses sinais em seu escritório, está na hora de otimizar sua gestão e escalar acordos.

Que tal conhecer a Acordo Fechado?

Share
No Comments
Add Comment
Name*
Email*
Website